Todas as Notícias

Suíça testa vacina contra o Ebola

A autoridade reguladora suíça para produtos terapêuticos, aprovou um segundo teste experimental da vacina contra o Ebola, conduzido pelo Hospital da Universidade de Genebra (HUG). Caso os resultados sejam positivos, uma grande quantidade de vacinas será levada para países africanos já em janeiro de 2015.

Com o apoio da Organização Mundial da Saúde (OMS), cerca de 115 voluntários em Genebra participam dos testes que fazem parte de uma série de experiências em curso na Suíça, Mali, Reino Unido e Estados Unidos, envolvendo duas diferentes vacinas contra o Ebola. O teste cujos resultados são esperados para dezembro de 2014, é o segundo organizado na Suíça. A primeira vacina "ChAd3" - Chimpanzé-Adenovirus ChAd3-ZEBOV – teve seu  desenvolvimento em Lausanne e começou no final de outubro.

 A vacina VSV-ZEBOV experimental foi desenvolvida por cientistas da Agência de Saúde Pública do Canadá. Ela baseia-se no vírus que causa a estomatite vesicular, uma doença que afeta animais. O vírus é enfraquecido e geneticamente modificado para expressar a glicoproteína do Ebola Zaire (ZEBOV), de modo a provocar uma resposta imune contra o Ebola real.

 A vacina experimental será testada em voluntários saudáveis, alguns dos quais serão inseridos na equipe de cuidados de saúde que luta contra a epidemia de Ebola na África Ocidental. O teste irá comprovar a segurança da vacina e a sua capacidade de provocar uma resposta imune. VSV-ZEBOV também está sendo testado em voluntários saudáveis nos EUA (o primeiro teste começou em 13 de outubro) e logo começarão a ser testados na Alemanha, Gabão e Quênia.